segunda-feira, 12 de novembro de 2007

Burra!










Reconheço que fico mesmo burra quando o meu coração explode e me enche o cérebro de estilhaços! Se por acaso não se nota das duas uma: ou não sou só eu ou o meu esforço para o contrariar vai funcionando! :-)

1 comentário:

cristina disse...

es uma burra como todos nos, mas de certez muito bonita
beijos uma amiga de longe
titi